DTIBR News #2




Fique ligado nas principais noticias da semana em Direito e Tecnologia.


## O Google anunciou a criação de uma nova equipe de segurança cibernética para ajudar a responder a onda de ataques cibernéticos, especialmente ransomware, contra governos, infraestrutura crítica e outras empresas essenciais. Essa equipe de Ação de Segurança Cibernética, formada por especialistas de segurança da empresa, buscará melhorar a resposta a incidentes e melhorar a implantação do Google Cloud de forma segura.



## Ainda em Cibersegurança e Google, o grupo de Análise de Ameaças do Google anunciou que está rastreando mais de 270 agentes de ameaças apoiado por governos de mais de 50 países, acrescentando que foram enviados por volta de 50.000 alertas de tentativas de phishing ou malware patrocinadas por Estados Nacionais desde o início de 2021. Este número representa um aumento de 33% em relação a 2020, segundo o próprio Google. Este crescimento é creditado a dois atores, o APT28, também conhecido como a soldo do governo russo e do grupo APT35 que tem laços com o governo do Irã. Em particular o APT35 é responsável por ataques sofisticados de engenharia social conhecido como "Operation SpoofedScholars". Se passando por acadêmicos da Escola de Estudos Orientais e Africanos da Universidade de Londres, eles buscam informações sigilosas de Think-Tanks, jornalistas e professores universitários.



# O Vice Ministro das Finanças da Federação Russa Alexei Moiseyev disse que o Governo Russo não tem planos de seguir a proibição ampla de criptomoedas adotada na China. A Rússia seguirá mantendo a proibição de uso de criptoativos como meio de pagamento nacional de forma a manter a soberania e política nacional da moeda russa. Mas não haverá nenhuma proibição do uso de criptomoedas em transações de câmbio estrangeiro ou operações de compra e venda de ativos digitais. A declaração vem após o Banco da Rússia emitir avisos instruindo bolsas de valores do país não listarem produtos relacionados a criptomoedas e da declaração do procurador-geral da Federação Russa, Igor Krasnov de que autoridades russas estariam prontas para criar dispositivos legislativos para confisco de ativos digitais ilegais.



## Em resposta aos crescentes requisitos apresentados por entidades regulatórias do governo chinês, a Microsoft anunciou o fechamento do Linkedin na China. O LinkedIn irá substituir sua plataforma por um novo aplicativo chamado InJobs, que tem somente alguns dos recursos da plataforma LinkedIn, mas não inclui aplicações como um feed social ou a capacidade de compartilhar postagens ou artigos. Os reguladores chineses têm escalado uma forte repressão a Internet, de forma a ter melhor controle dos algoritmos de classificação e recomendação utilizados por empresas de tecnologia, além de fortalecer restrições baseadas em privacidade e proteção de dados, além do controle sobre o fluxo de informações e a opinião pública.


## A DeepMind, de propriedade do Google, está enfrentando um processo de Ação Coletiva na Grã Bretanha sobre o uso de dados de saúde dos pacientes do NHS em 2015. Foram compartilhados dados de por volta de 1,6 milhão de pacientes. A DeepMind estava utilizando os dados para criar um aplicativo chamado Streams. O objetivo do aplicativo seria diagnosticar e detectar quando os pacientes estavam em risco de desenvolver lesão renal aguda. O aplicativo estava sob escrutínio de investigações há algum tempo sobre violações a direitos de proteção e privacidade de dados. O aplicativo está atualmente em processo de desativação.