DTIBR News #10



ESTAMOS DE VOLTA! E temos muita coisa para conversar hoje. Muita coisa envolvendo dinheiro! E também, para aqueles que já nos seguem há algum tempo… ciberataques, ransomware e vazamento de dados. Sim, eles também estão de volta.


Se quiser acompanhar nossa newsletter ou nosso trabalho só se cadastrar no nosso site https://www.dtibr.com/ ou nas nossas páginas no linkedin, twitter e youtube por @centrodtibr

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

## Meta Problemas: A Meta, proprietária do Facebook, teve uma perda de valor de mercado de quase inacreditáveis US $230 bilhões, um recorde não só para a empresa, mas para o mercado como um todo. As ações caíram por volta de 26% após os números decepcionantes, tanto em termos de usuários ativos no Facebook quanto de retornos financeiros. Segundo o Index de bilionários da Bloomberg, a queda da fortuna de Mark Zuckerberg foi de US $31 bilhões, o que seria equivalente a o PIB da Estônia. Diversas causas têm sido aventadas como por exemplo a competição com marcas como Tik Tok e Youtube ou ainda às políticas de transparência da Apple que tornam mais difícil o acesso do Facebook/Meta aos dados pessoais dos seus clientes, que é a principal fonte de lucro da empresa.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


## Não terminamos com os Meta Problemas. Bilionário australiano dono da mineradora Fortescue Metals Andrew Forrest abriu recentemente um processo criminal contra a Meta/Facebook. A alegação apresentada seria de que a empresa não conseguiu impedir anúncios fraudulentos que usavam sua imagem, o que violaria leis anti-lavagem de dinheiro na Austrália. Diversos anúncios de natureza fraudulenta utilizavam a imagem do bilionário para vender golpes com criptoativos. O caso, além de ser impetrado na Austrália, também o foi no estado da Califórnia.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


## Febre de compras ou consolidação de mercado? Segundo o padrão que tem sigo seguido em 2020 e 2021, o ano de 2022 parece demonstrar o contínuo processo de aquisições e fusões nos mercados de tecnologia. Um exemplo é a Citrix, uma empresa de computação em nuvem e virtualização, que está sendo adquirida pelas empresas de private equity Vista Equity Partners e Evergreen Coast Capital por US $16,5 bilhões. Outra compra foi a Alphabet/Google adquirindo a startup de cibersegurança israelense Siemplify por US $500 milhões. Essas compras são sinais dos dois mercados mais hot do momento, cloud e cyber.

Interessante também nesta seara foi uma espécie de nova rodada da guerra de consoles entre Microsoft/Xbox e Sony/Playstation. Dessa vez feita no reino das aquisições. No maior negócio já feito pela Microsoft, ela adquiriu a empresa Activision Blizzard por US $68,7 bilhões. É bom lembrar que a gigante Activision Blizzard tem enfrentado problemas jurídicos com o estado da Califórnia por inúmeras reclamações sobre assédio ilegal, discriminação e retaliação. Por outro lado, a Sony não ficou parada com as compras da Microsoft e adquiriu a desenvolvedora Bungie num negócio de US $3,6 bilhões. Para aqueles que tem uma relação forte com o mercado de jogos digitais, ver Crash Bandicoot, símbolo do PlayStation nas mãos do Xbox e Halo, símbolo do Xbox, no portfólio do PlayStation é no mínimo confuso. Para aqueles que não tem ideia do que essas últimas palavras ao menos significam, sugere-se olhar com carinho para um mercado de jogos que movimentou 180 bilhões de dólares no ultimo ano.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

## Nem o velho petróleo está a salvo. Dezenas de terminais de armazenagem e transporte de petróleo na Europa pertencentes as empresas de petróleo Oiltanking, SEA-Invest e Evos sofreram ciberataques. A SEA-Invest argumenta que boa parte do transporte continua operacional. Já a Oiltanking afirma que foi obrigada a trabalhar em capacidade limitada. É possivel que a empresa tenha sofrido de ataque de ransomware

Não se pode assumir, necessariamente, que foi um ataque coordenado. Investigações internas feitas pela SEA-Invest não encontraram ligação entre os ataques até o momento. Por outro lado, dado as tensões na Europa Oriental entre Rússia, Ucrânia e Otan, não se pode descartar tão pouco. É possível ainda que terceiros estejam se aproveitando do momento para causar problemas atacando um mesmo agrupamento de empresas num setor.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

## Se você acha que terminamos com hackers, agora é a vez de criptomoedas. A plataforma de finanças descentralizadas Wormhole foi vítima de roubo de criptomoedas no valor de US $325 milhões. A plataforma funciona como uma espécie de ponte entre sistemas de blockchains, permitindo que um tipo de criptomoeda seja depositado de forma a criar ativos em outras criptomoedas, permitindo entidades e pessoas a fazerem negócios usando diferentes criptomoedas. O ataque consistiu na forja de uma assinatura válida para a transação, o que permitiu o atacante cunhar 120.000 wETH, um tipo de Ethereum baseado em Solana com valor em US $325 milhões, sem nenhuma contrapartida. O bug em tese já foi resolvido.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

## Third Time the Charm? O Banco Central do Brasil informou da existência do terceiro vazamento de dados pessoais relacionados com o Pix, desta vez de clientes da instituição financeira Logbank Soluções em Pagamentos S/A. Foram vazados dados cadastrais de pelo menos 2.112 chaves PIX, contendo o nome do titular, o CPF, a instituição de relacionamento e o número da conta. As pessoas que tiveram seus dados vazados no incidente serão notificadas pelo aplicativo da instituição. A ANPD já foi informada do problema.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------